UFMG desenvolve espuma capaz de filtrar agrotóxicos da água

//UFMG desenvolve espuma capaz de filtrar agrotóxicos da água

UFMG desenvolve espuma capaz de filtrar agrotóxicos da água

O desafio foi desenvolver um filtro capaz de filtrar os agrotóxicos sem retirar nutrientes da água. O resultado foi alcançado a partir do desenvolvimento de uma espuma de poliuretano capaz de extrair herbicidas das águas e alimentos.

A pesquisa foi coordenada na UFMG pela engenheira química, pós-graduanda, Marys Lene Braga. A espuma já foi patenteada e é elaborada a partir de resíduos da indústria petroquímica. Nos testes em laboratório, alcançou-se resultados positivos para extração de organoclorados, clorobenzeno, atrazina e trifluralin, além de não prejudicar a presença de nutrientes importantes na água.

Os teste mostraram que é possível reutilizar a espuma, extrair os agrotóxicos retidos e dar-lhes destinação adequada. A responsável pela pesquisa indica que o material pode ser viável como substituto ao carvão vegetal em filtros de água.

Veja matéria disponível no jornal O Tempo

By |2018-07-20T14:40:50+00:0020 de julho, 2018|