Gerenciamento da coleta e transporte de esgoto

Gerenciamento da coleta e transporte de esgoto 2018-07-12T15:28:37+00:00

Vários dos atuais desafios de projeto e os problemas operacionais nas ETEs brasileiras advêm da má utilização das instalações sanitárias, resultando na alteração significativa das características dos esgotos gerados, a exemplo da presença excessiva de água de chuva, de surfactantes, de gordura, de areia e de lixo. Conhecer os hábitos dos usuários do sistema e as características quantitativas e qualitativas dos esgotos sanitários gerados é de fundamental importância para a concepção, projeto e operação de todo o sistema.

O gerenciamento do sistema de coleta e transporte de esgoto  foi inserido no INCT como uma linha de pesquisa que tem como objetivo articular  projetos  para possibilitar o conhecimento mais aprofundado das características quantitativa e qualitativa do esgoto gerado pela população brasileira e das emissões gasosas, de forma a delinear  ações mais efetivas de gerenciamento do sistema de coleta e transporte de esgoto, a partir da fonte de geração (residências e estabelecimentos comerciais)  até a sua chegada na ETE. Entre os projetos de pesquisa, destacam-se:

  • Caracterização quantitativa e qualitativa dos hábitos e percepções relativos ao uso do sistema público de esgotamento sanitário;
  • Caracterização da produção quantitativa e qualitativa de esgotos;
  • Controle de emissões odorantes no sistema de coleta e transporte de esgoto;
  • Impacto do lançamento de resíduos e efluentes não domésticos em ETEs